A cirurgia é um tratamento comum para o câncer de mama e seu objetivo principal é retirar o máximo possível do tumor com uma margem de segurança.

A maioria das mulheres com câncer de mama fará algum tipo de cirurgia como parte de seu tratamento.

     Existem dois tipos principais tipos de cirurgia para o câncer de mama:

  • Cirurgia Conservadora da Mama: que pode ser a tumorectomia, quadrantectomia, mastectomia parcial ou mastectomia segmentar, consiste na retirada do segmento ou setor da mama que contém o tumor. O objetivo é retirar o tumor, com algum tecido normal adjacente. 
  • Mastectomia. Neste procedimento toda a mama é retirada, incluindo todo o tecido mamário e às vezes outros tecidos próximos. Existem vários tipos diferentes de mastectomias. Algumas mulheres também podem fazer uma mastectomia dupla, que consiste na remoção das duas mamas.

      De uma forma bem resumida, alguns nomes de procedimentos podem ser mencionados nas consultas. São eles:

 * Tumorectomia : Também chamada de cirurgia conservadora para Câncer de Mama, a tumorectomia remove apenas a área altera na mama e parte do tecido normal circundante. A tumorectomia pode ou não ser complementada com hormonioterapia e radioterapia em casos selecionados. Se for necessário administrar também quimioterapia, é possível que o tratamento radioterápico seja adiado até que a quimioterapia seja totalmente finalizada.

* Quadrantectomia : Tambem chamada de mastectomia parcial ou setorectomia, é uma cirurgia para a remoção de um nódulo ou tumor, com parte do tecido ao redor, sem a necessidade de retirada total da mama. Nesta cirurgia, podem ou não ser retirados alguns gânglios próximos da mama, para evitar risco do nódulo retornar.

* Mastectomia simples: Tambem conhecida como Adenectomia, nesta cirurgia são retiradas apenas as glândulas mamárias e as membranas fibrosas, remove-se o tecido mamário, porém mantém quase intactos os linfáticos e músculos torácicos. a, isto é,  promove a retirada de todo o corpo glandular, porém preservando-se na íntegra a pele, a aréola e o mamilo. A adenectomia pode, ainda, ser combinada com extração de pele supratumoral, quando o tumor estiver longe da aréola e for superficial.

* Mastectomia Total: Nesta cirurgia são retiradas as glândulas mamárias por completo, além da pele, aréola e mamilo. Ela é mais indicada em caso de tumor pequeno, descoberto precocemente e bem localizado, sem o risco de ter se espalhado por regiões ao redor. Neste caso também é possível retirar ou não gânglios na região da axila, para diminuir o risco do tumor voltar ou se espalhar.  É a opção mais segura para tumores extensos. Quando é realizada atualmente é quase sempre acompanhada de ​​​​​recontrução mamaria imediata, que proporciona resultados bastante satisfatórios. A retirada de uma quantidade limitada de pele, incluindo a remoção de aréola e mamilo, recebe o nome de mastectomia preservadora de pele (skin-sparing mastectomy).

* Mastectomia Radical : Nesta cirurgia, além da retirada de toda a mama, também são removidos os músculos que se localizam debaixo dela e os gânglios da região da axila, estando indicada para os casos de câncer com risco de disseminação. Existem variantes desta cirurgia, conhecidas como mastectomia radical modificada de Patey, em que o músculo peitoral maior é mantido, ou mastectomia radical modificada de Madden, quando ambos os músculos peitoral maior e menor são preservados. 

* Mastectomia Preventiva : Se trata do exemplo do famoso caso da atris Angelina Jolie, a cirurgia é feita para evitar o desenvolvimento do câncer, e está indicada somente para mulheres com o risco muito elevado desta doença, como aquelas que têm histórico familiar importante ou que têm alterações genéticas que podem causar o câncer, conhecidas como BRCA1 e BRCA2. Esta cirurgia é feita de forma semelhante às mastectomias total ou radical, sendo retirada toda a mama, gânglios próximos e, em alguns casos, os músculos ao redor. Geralmente, é feita a cirurgia bilateral, pois, nestes casos, o risco de desenvolvimento do câncer é semelhantes em ambas as mamas

 

 

 

exemplo: Tumorectomia ou Lumpectomia