O que é beleza para você !?!?

     No mundo de hoje vivemos rodeados de conceitos de "BELEZA".  Aliás, não é de hoje que estes conceitos pairam sobre os seres humanos que tentam sempre estabelecer um padrão único de beleza... como se isso fosse possível....

     

Pensadores tentam defini-lá :

 

" A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la - mas quem consegue descobre tudo.

Charles Chaplin"

 

"A deformidade do corpo não afeia uma bela alma, mas a formosura da alma reflete-se no corpo.

Sêneca"

 

" A beleza é um bem frágil.

Ovídio"

 

"Melhor do que ter uma grande beleza, é ter um grande coração.

Leonardo da Vinci"

 

" Cada ser humano possui uma beleza física e psíquica original e particular. Aprenda diariamente a ter um caso de amor com a pessoa bela que você é, desenvolva um romance com a sua própria história. Não se compare a ninguém, pois cada um de nós é um personagem único no teatro da vida.

Augusto Cury"

 

     A Beleza é um substantivo feminino que expressa a qualidade do que é belo ou agradável. O conceito de beleza é variável de acordo com a cultura e opinião pessoal. O que é belo para uma pessoa, pode não ser belo para outra.

     A Estética é uma palavra com origem no termo grego aisthetiké, que significa “aquele que nota, que percebe”. Estética é conhecida como a filosofia da arte, ou estudo do que é belo nas manifestações artísticas e naturais. A estética é uma ciência que remete para a beleza e também aborda o sentimento que alguma coisa bela desperta dentro de cada indivíduo.

     Por que mencionei todos esses conceitos ?!? Porque me preocupa como o mundo de hoje está tão impregnado desses conceitos do "tem quer ser belo", "tem que ser perfeito" ... que as pessoas, especificamente as mulheres, literalmente "piram", "saem do eixo" quando chegam a um médico que diz "para voce ter sua vida e sua saúde voce precisa retirar suas mamas".... 

     Para mim vale mais a vida do que dois pedaços de carne que podem me matar. Claro que essa cirurgia vai deixar cicatrizes, marcas, imperfeiçoes, .... mas se a pessoa que está do seu lado não aceita a "mudança da sua beleza/ estetica", sinceramente não gosta da sua pessoa e sim do seu fisico... alias, se voê mesma der mais valor a está questão fisica que sua saúde e sua vida.... ai eu recomendo um tratamento psicologico, pois voce foi tomada pela mídia que estabelece padrões de beleza, e se se repente você foge disso é como se não pertencesse mais a esse mundo.

    Nas minhas pesquisas e conversas em consultorio ouvi muitos casos de mulheres que optaram por intervenções mais simples, com uma doença tão traiçoeira, que quase morrem depois com a volta do Câncer de Mama mais forte. Isto porque estavam preocupadas com a estetica, em não perder  um aou ambas as mamas colocaram em risco sua vida e tiveram que passar por tratamentos mais drasticos e sofrimentos piores. Será que isso vale a pena?!?!

     

O dia 04/11/2015

     Hoje, dia 04/11/2015, está sendo uma daqueles dias super felizes... onde tudo dá certo e você tem ótimas noticias.

    Na minha revisão semanal da cirurgia fui liberada para dirigir... 😀.... Isso é ótimooooo, pois eu sou muito independente, gosto de fazer minhas coisinhas sem precisar estar esperando por uma carona ou mesmo sentindo que estou atrapalhando alguma atividade de alguém... meu marido até brincou dizendo "vou tirar a bateria do seu carro, pois assim continuo tomando conta de você" ... Mas é uma sensação boa de poder retomar mais suas atividades, seu dia a dia.

     E a outra noticia foi a liberação da dieta, agora posso voltar a comer de tudo que esta tudo cicatrizado como deveria... e olha que que tem muitassssssssss delicias que eu estava sentindo falta, e de certos momentos tambem que englobam a culinaria que estava proibida, como por exemplo comer guanhamum e pitu (camarao) com papai dia de sábado, sair com amigos para comer sushi, comer brigadeiro vendo filme romantico com o maridão, etc.

     Sempre gostei de cozinhar, inventar coisas sem nunca ter feito curso de gastronomia, mas ultimamente minhas opções estavam limitadas... então é otimo saber que vou poder fazer comidinhas para familiares e amigos num fim de tarde de um sabádo por exemplo... dá uma motivação, uma energia renovada.

     A outra boa noticia é que a partir desta semana o cirurgião já pode dar inicio ao preenchimento do implante expansor... mais uma etapa do processo que está caminhando direitinho!

  • Eu sou Chocolatra... então posso dizer que hoje estou muitoooo feliz em poder comer chocolate de novo!

    Parece até ter uma sabor diferente!

  • Poder inventar comidinhas é muito bom! e Ainda dizem que chocolate melhora a serotonina... então melhor ainda nesta fase...

A importância do apoio...

     Indubitavelmente é de suma importância o apoio dos familiares, amigos, equipe médica e do proprio paciente durante o tratamento do Câncer. Disso eu não tenho do que reclamar.

     Meu marido, o famoso  "Tatá" , me surpreende positivamente a cada dia. Desde o primeiro momento da notícia me apioa e acompanha em tudo. Faz o possivél e o o impossível para não me deixar cair ou ficar triste. Quando por algum motivo de trabalho ele não pode me acompanhar nos curativos / revisões umas 02 vezes a propria equipe médica sentiu falta dele... pois ele  me faz rir o tempo todo, é carinhoso e cuidadoso. Sempre estamos brincando e rindo um com o outro e isso é importante, pois ele te faz ver o valor de outras coisas, muda seu pensamento de coisas ruins etc. Ele que me ajudava com o banho, com as coisas do dia a dia... só faltava fazer aviaozinho na hora das refeiçoões kkkkk... Mas acima de tudo ele me ama pelo que eu sou, não pelo meu corpo, meu fisico, minha estética... e isso me faz amá-lo ainda mais a cada dia.

     Meus pais e meu irmão mais novo tambem tem um amor incondicionál por mim. Meu pai tem 81 anos e é claro que foi um choque uma noticia desses para ele, mas não existe pessoa com o coração tão aberto e generoso como ele. Como ele adora fazer compras (feira) todo dia me traz uma novidade. Minha mãe é uma guerreira, desde cedo assumiu tomar conta da familia toda e continua fazendo isso ate hoje, tem um senso de responsabilidade acima do normal e está sempre pensando nos outros e esquece um pouco dela... claro que não está sendo fácil para ela me acompanhar nesta fase, mas me dá todo amor e carinho do mundo que eu preciso e sei que posso contar com ela para tudo. Meu irmão mais novo, assumiu as coisas que eu fazia como uma forma de me ajudar (e não é pouca coisa) , eu que sempre cuidei dele como uma "maezona"  ... agora ele que cuida de mim, se preocupa, me dá muito amor. Tenho outros irmãos do primeiro casamento de papai, mas não convivemos tanto no dia a dia, mas sempre que podem ligam, mandam mensagens de apoio etc.

     Meus sogros são uns amores de pessoa, e sempre ligam para saber de mim ou vem me visitar. São pessoas muito generosas e amorosas.

     Minha família é enorme, tanto de pai quanto de mãe. Convivo mais com a familia materna, bem matriarcal por sinal. Então sempre que possivel nos fins de semana nos reunimos em algumas das casas para uma "farrinha" familiar com as tias e primas... 90% mulheres mesmo, agora que apareceu um bebê lindo e gostoso que todo mundo se derrete por ele (e ele faz por onde) é que a "farra" fica completa. Então é sempre um clima bom, de apoio, solidariedade, amor, carinho, e muitas risadas.

     Amigos tenho poucos, mas sei que esses poucos valem por muitos e estão sempre ao meu lado, sempre preocupados e dando carinho. 

     Não posso dizer que estou sozinha nessa "luta" e nem me sinto a sim.... tenho a sorte de estar rodeada de pessoas que me amam e me querem bem, e fazem de tudo para eu ficar bem mesmo naqueles dias de baixa... pois existem esses dias que você está um pouco mais triste, ou quando está assimilando alguma noticia não esperada do tratamento. 

     As equipes médicas e seus funcionários também tem sido maravilhosos e você se sente acolhidos por eles tambem.

     Agradeço de coração todas as orações que fazem por mim, independente da religião... assim como agradeço toda atenção e amor que todas essas pessoas tem me dado nesta fase. ❤

 

Campanha sobre Câncer de Mama 2015

Muito lindo este vídeo.... surpreendente!

O dia 06/11/2015

     Hoje foi o dia do primeiro procedimento para enchimento do implante expansor. A equipe médica já havia me explicado como seria o procedimento: seria colocado um scalpe (aquelas agulhas bem fininhas que se usa para retirar sangue em bebês) no local da valvula, oa tais "pitoquinhos" que falei anteriormente. Esse scalpe tem uma mangueirinha, atraves da qual o médico com uma seringa (sem agulha), vai injetando o liquido (água destilada). A válvula está ligada ao implante/ protese por outra mangueirinha... então acontece a "mágica" do enchimento.

     A principio fiquei um pouco apreensiva se aquilo poderia doer, se ia provocar uma super dor de distensão muscular.... claro que passa um monte de coisas pelas sua cabeça, mas foi incrivelmente mais simples do que eu havia imaginado.

     O incomodo é a picadinha do scalpe, depois voce não sente o liquido entrando, só vim sentir o volume crescendo depois de 60 ml já colocados de um total de 100 ml nesta aplicação. Esta quantidade pode variar de mulher para mulher. Já se passaram mais de 08 horas do procedimento e não senti nenhuma dor durante e nem agora.... enfim não é um bicho de sete cabeças como imaginei ou como muitas mulheres devem imaginar.... já estou anciosa para o proximo passo!

 

Mistura de Sentimentos após diagnóstico...

     Ninguém está preparado para receber uma notícia de um diagnóstico de câncer. Você conhece pessoas próximas ou conhecidas que tem relatos da doença, mas no fundo no fundo você nunca imagina que isso poderá acontecer com você. 

     Quando isso acontece , acho que a primeira atitute/sentimento é de negação. Normalmente as pessoas custam muito a acreditar que aquele diagnóstico, culturalmente muito temido, esteja acontecendo exatamente com elas. 

     Depois vem uma mistura de sentimentos: angústia, sensação de vazio, sensação que fez algo errado ... surge "aquele filminho na sua cabeça", um momento de introspecção que proporciona uma revisão nos valores e na vida em geral, onde afloram lembranças de pessoas queridas ou conhecidas, de fatores que podem ter gerado isso, enfim... um bombardeio de informações, lembranças, projeçoes e sentimentos se misturam.

     Posteriormente surge o medo, medo de morrer, de deixar pessoas queridas, de abandonar projetos futuros. Há uma forte angústia diante da possibilidade da dependência dos outros, do sofrimento futuro, quer pela doença, quer pelas conseqüências do tratamento. Mas lembre-se que todos esses sentimentos devem ser expostos a sua equipe médica ou a outros profissionais adequados para que eles possam tirar duvidas ou mesmo preescrever medicações que te ajudem a lidar com esta nova etapa em sua vida e com isso minimizar os efeitos do seu emocional que vai estar abalado.

    É fundamental tirar todas as dúvidas possiveis sobre seu diagnostico, como vai ser seu tratamento, questionar tudo que pode acontecer e como deve acontecer para acalmar as emoçoões. Mesmo porque estudos mostram que pessoas com o estado emocional muito abalado tendem a ter sua imunidade alterada, diminuida, e isso vai interferir na sua recuperação ou tratamento.

     Busque organizar os sentimentos para que eles não fiquem em baixa... o choque da noticia pode ser inevitável, mas a forma que voce vai reagir a tudo pode ser fundamental para sua recuperação e tratamento.

      

Quando me amei de verdade...

"Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.


Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.


Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.


Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.


Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.


Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.


Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.


Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.


Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!"

autor: Kim McMillen

Ninguém é perfeito...

     O texto abaixo mostra um pouco do que as mulheres passam hoje em dia para tentar atingir uma "perfeição" que não existe no mundo real. Pode ser por cobranças pessoais, de familiares ou até mesmo da mídia, mas se de repente a mulher de hoje não cumpre "certos requisitos" passa a ser imperfeita e se cobrar por isso é a pior coisa que pode ter, pois vão surgir frustrações, ansiedade entre outros sentimentos que podem interferir em sua saude...

 

 

"Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. 
Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. 

Uma imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana,vou ao supermercado algumas vezes por semana, decido o cardápio das refeições, telefono para minha mãe, para minha sogra, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e-mails, faço revisões no dentista, mamografia, faço academia,compro flores para casa, providencio os consertos domésticos, participo de eventos e reuniões ligados à minha profissão e ainda faço escova toda semana - e as unhas! E, entre uma coisa e outra, leio livros. Portanto, sou ocupada, mas não uma workaholic.

Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas queoperam milagres. Primeiro: a dizer NÃO. Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás. Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero. Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros. Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho. Você não é Nossa Senhora. Você é, humildemente, uma mulher. E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo. Tempo para fazer nada. Tempo para fazer tudo. Tempo para dançar sozinha na sala. Tempo para bisbilhotar uma loja de discos. Tempo para sumir dois dias com seu amor. Três dias. Cinco dias! Tempo para uma massagem. Tempo para ver a novela. Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza. Tempo para fazer um trabalho voluntário. Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto. Tempo para conhecer outras pessoas. Voltar a estudar. Para engravidar. Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado. Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir. Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.

Existir, a que será que se destina? Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra. A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem. Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si. Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo! Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente. Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela. Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.

Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso,francamente, está precisando rever seus valores. E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante."

autora : Martha Medeiros

O dia 17/11/2015

     Eu já sabia que estava perto de sair o resultado do exame chamado Mammaprint, que precisou ser realizado para tirar todas as dúvidas sobre o tratamento a seguir... se seria ou não necessário fazer quimioterapia ou se a hormonioterapia seria minha próxima etapa. É um exame demorado, visto que não é feito no Brasil e sim nos EUA (ainda estamos atrasados em muitas areas da medicina).

     Foram dias de expectativa até que o telefone tocou perto das 20:00... era minha médica oncologista dando a EXCELENTE noticia de que o grau de risco era baixo e não seria necessário a quimoterapia. 

     Minha primeira reação ao desligar o telefone foi correr e abraçar e beijar meu marido, depois mesmo sem saber se podia fiquei pulando pela casa como menino pequeno quando ganha um presente muito esperado kkkkk

     Eu sei que tive esse resultado por ter descoberto o câncer muito, mas muito no inicio e por sempre ter me cuidado em relação a esta questão e ter sempre atendido a todas as orientações médicas. 

     Já ouvi muitas conversas de consultorios esses ultimos dias e entre elas mulheres dizendo "é chato vir  a um médico e ficar esperando" , "não gosto de fazer exame X ou Y", "tenho varios casos na familia mas não me preocupo em me cuidar" .... Pode ser chato ter que esperar, fazer exames, etc, mas são essas coisas que podem salvar vidas. 

     Estou muito feliz com o resultado deste exame e tenho que agradecer a Deus e a todos os que rezaram por mim e ainda rezam pela minha saúde.

 

 

Motivação..

Na vida nada acontece por acaso.

O que você faz hoje, pode fazer a diferença em sua vida amanhã.

As pessoas não se encontram por acaso...

As amizades não surgem por acaso...

Em segundos tudo pode mudar...

Mas os momentos ficam guardados pra sempre...

Nada é pra sempre e muito menos por acaso

Acredito que ter tido Câncer de mama aos 34 anos não foi um acaso... tem um significado

Seja para ajudar a outras pessoas ou simplesmente mudar meu estilo de vida...

Passei a ver a vida com outros olhos, dar valor a outras coisas... coisas simples do dia a dia, mas que passavam despercebidas

Acredito que a vida foi feita para aproveitarmos cada segundo dela, sem se preocupar com o amanhã

A vida tem que ter sentido, tem que ter motivo

Motivo este que não nos deixa desistir no primeiro tropeço

Que nos motiva a caminhar quando estamos cansados

Que nos traz alegria só ao lembrarmos o verdadeiro sentido

Sentido este que motiva nossos corações quando nos dizem não há mais jeito

Que faz nossos olhos brilharem só ao saber que nada foi em vão

Que nos faz amar, se apaixonar, se entregar ao novo, nos faz arriscar, buscar algo novo

Há pessoas que podem buscar sua motivação nos filhos, outras no parceiro, outras na familia...

E há aquelas que buscam a motivação em si mesmas...quando descobrem que podem fazer coisas incriveis, quando descobrem que podem ter momentos maravilhosos ao observar um simples por do sol...

Eu faço da dificuldade, a minha motivação, a volta por cima vem na continuação...

 

Umas das minhas Motivações foi voltar a pintar ...

O dia 08/12/2015

     Faz um tempinho que não escrevo, mas não poderia deixar esta data passar... dia 08/12/2015 completa 03 meses de cirurgia.

     Muitas coisas aconteceram nesses 03 meses em todos os sentidos... cada dia mais dou valor a minha vida e não a questões estéticas. Começei a repensar em tudo que deixei de fazer e o que tenho que mudar daqui para frente...

     Com relação ao pós cururgico e seus respectivos tratamentos e intevençoes : cerca de uma semana após realizar a primeira expansão do implante parte de uma das cicatrizes abiru. Começou um ponto pequeno mas foi aumentando ... o "porquê" disso ter aconteceido podem ser vários fatores, a questão é que passei uns 15 dias fazendo curativos e nada de querer cicatrizar, só aumentava  e o risco de pegar uma bacteria era grande. 

     No entanto fui apresentada a um "super mega power ultra" curativo tecnologico pela equipe médica, chamado Allevyn (não é comercializado em farmácias), mas pensem numa espuminha "potente".... em 24 horas já houve uma evolução na cicatrização de 25% ... em 01 semana de 90% 🤩🤩🤩

      Ainda não cicatrizou completamente, a pele vai precisar "descansar" para depois reiniciarmos os procedimentos de expansão da prótese.... talvez seja apenas em 2016... não estou preocupada com isso... vou seguindo passo a passo o que os médicos recomendam e orientam. 

     Começei a tomar o Tamoxifeno e no meu caso deu alguns efeitos colaterais mais estranhos nos primeiros 15 dias mas acho que agora o organismo está começando a se adaptar a medicação..... e vai ter que acostumar mesmo pois serão 05 anos assim...

     Como estou sempre sorrindo já teve pessoas que me perguntaram "com tudo isso que está acontecendo na sua vida você não fica triste?!"  .... Minha resposta: Tem dias de altos e baixos, com certeza mais altos que baixos .Em alguns dias me sinto triste. Preciso de um lugar onde enfiar a cara pra esconder as lágrimas. Aí penso "será que sou tão forte assim?! " e começo a olhar pra mim. Sou forte sim, mas também choro. Sou gente. Sou humana.... mas vou passar por tudo isso e seguir em frente, pois tem muita gente que me ama e muita gente e eu amo que me fazem ficar bem!